Festas e Romarias

Nossa Senhora da Piedade, comemorada a 18 de Dezembro

Festa de carácter religioso e recreativo em honra da Padroeira da Freguesia do Vau.
Inicia-se com a celebração da Eucaristia, seguida de Procissão pelas ruas da Freguesia.

Nossa Senhora do Bom Sucesso, comemorada no Domingo a seguir ao 15 de Agosto

Na Quinta do Bom Sucesso existiu uma pequena Ermida de Nossa Senhora do Bom Sucesso, fundada em 1585 para cumprimento de uma promessa feita pelo Capitão Aires de Sá e Melo à Virgem do Bom Sucesso, por quando do regresso de Moçambique, numa nau de guerra, ter naufragado numas rochas em Peniche, salvando-se com toda a tripulação. «No ano seguinte de 1586, veio o referido cavaleiro ao sítio do Bom Sucesso, com sua bandeira, onde festejaram a Virgem Nossa Senhora com grande pompa (...) por tempo de oito dias (...) Desde então sempre ali tem concorrido um Círio vindo de Peniche na dita oitava do Divino Espírito Santo com mais ou menos pompa».

Anos depois, concorreu também ao dito lugar o povo do Nadadouro com um Círio anual, tanta era a devoção que o dito povo tinha pela Virgem do Bom Sucesso, pelos milagres e benefícios que receberam. Vinham de bateira, às centenas. Em 1858, o povo do Nadadouro construiu na sua localidade a capela sob a invocação de Nossa Senhora do Bom Sucesso, fazendo a sua festividade anual, tendo acabado o antigo Círio. Vendo os moradores do Vau que tinha acabado aquele Círio, resolveram concorrer nesse mesmo ano com o seu Círio, composto de bandeira e anjo, acompanhado de música e a cavalo, em devota romaria num percurso efectuado entre o Vau e a Ermida da Virgem do Bom Sucesso e vice-versa. Antigamente era feita por malta jovem que vinha da tropa. O anjo canta as loas, que contém referências à lagoa, na partida e chegada de cada um dos locais. Antigamente davam três voltas à Ermida do Bom Sucesso, agora o percurso é feito maioritariamente de automóvel ou a pé.

No regresso à freguesia, depois do por-do-sol, volta-se a formar o Círio acompanhado pela "Marcha dos Balões", sendo iluminada por arcos enfeitados com balões e por "tochas".

Antigamente vinha "gentio" de muitos lados a esta festa religiosa.

Loas a Nª Srª do Bom Sucesso

Versão antiga das Loas do Círio de Santa Quitéria do Vau

Festa tradicional anual Bom Verão, realiza-se 8 dias após a Páscoa

Esta festa tradicional realiza-se 8 dias após a Páscoa, nas margens da Lagoa junto da Quinta do Bom Sucesso. Festividade de carácter recreativo e lúdico, realizada anualmente para comemorar o primeiro dia de sesta e merenda, prolongando-se até 8 de Setembro.

Festa da Lagoa (Vau - Aldeia dos Pescadores - Último fim-de-semana de Julho)

A Festa da Lagoa é uma atividade recreativa e lúdica, criada pelo Município de Óbidos, em parceria com a Associação de Pescadores e Mariscadores Amigos da Lagoa de Óbidos.

Esta festa junta gastronomia, com produtos exclusivos da Lagoa e a animação de diversas bandas rock, música popular, ligeira e ranchos folclóricos.

Durante os dias da festa da Lagoa, são confecionados: enguias, amêijoas, mexelhão, entre muitas outras iguarias. Os pratos são confecionados por quem mais entende desta arte: “pescadores e respetivas famílias”, que dão assim a provar os sabores da Lagoa, às centenas de pessoas que por ali passam.

A festa aposta na revitalização e promoção das iguarias regionais, com o intuito de intervir na seguinte situação: “deslocamo-nos à Região e encontramos a ser servido cozido à Portuguesa, em vez de pratos regionais com produtos da Lagoa”.

Partilhar:

Ao navegar neste website, estará a concordar com os termos e condições de utilização do website.